terça-feira, 7 de setembro de 2004

Para sempre a questão do petróleo.

1 comentário:

FERNANDO disse...

Isto ta muito bom...